Publicações

Revista 10 - 2001

História dos Desejos (João Augusto Pompéia)

Este texto teve origem em uma palestra para adolescentes. O autor diz, numa linguagem coloquial, como é importante preservar a possibilidade humana de sonhar, de fazer planos, de querer que os sonhos se realizem. Alguns sonhos se acabam, morrem em diversas circunstâncias. A morte de um sonho, porém, não deveria matar aquilo que se esconde na raiz da capacidade de sonhar, ou seja, a possibilidade, a força de ser daquele que sonha.

Palavras-chave: Sonho, Sonhar, Realidade.

Abstract: This paper has its origin in a speech gave to adolescents. The author says, in a colloquial language, how important is to preserve the human possibility of dreaming, making plans, of wishing that their dreams come true. Some dreams die in different ways. The death of a dream should not kill the capability of dreaming, i.e, the dreamer strength of being.

Key-words: dream, dreaming, reality.


Diálogo Imaginário Com Solon Spanoudis (Maria de Jesus Tatit Sapienza)

A autora relata sua expectativa com relação a um curso que seria ministrado pelo Dr. Solon Spanoudis. Este curso seria uma série de encontros com o intuito de aproximar o pensamento de Heidegger por meio da leitura do livro “Cartas a um Jovem Poeta”, de R.M. Rilke. A morte repentina do professor, às vésperas do início do curso, trouxe um sentimento de uma promessa não cumprida, trouxe tristeza, quebrou esperanças e referências. Passados quase vinte anos, a autora constrói um diálogo imaginário com o professor Solon Spanoudis, baseado especialmente no livro que seria usado no curso que não houve.

Palavras-chave: Promessa, morte, ser mortal, destino, tristeza, tempo, vida.

Abstract: The author tell us about her expectation of a course that should had been given by Dr. Solon Spanoudis. The course would be about Martin Heidegger through the reading of the book “Letters to a Young Poet”, by R.M. Rilke. The unexpected death of professor Spanoudis brought the feeling of a broken promise, brought sadness and broke hopes and references. Almost twenty years later, the author builds a imaginary dialogue between the professor Solon Spanoudis and the poet Rilke based upon the book that would had be used on the course that never ocurred.

Key-words: promise, death, being towards death, destiny, sadness, time, life.


Uma Apresentação Sobre os "Seminários De Zollikon" (Maria de Fátima de Almeida Prado)

Esta apresentação faz uma breve descrição do surgimento do livro “Seminários de Zollikon”, de Martin Heidegger – editado por Medard Boss, assim como dos próprios seminários, a partir da relação pessoal entre os autores, que se transformou numa amizade profunda. Baseada em alguns trechos de seminários que ocorreram em 1965, a autora procura exemplificar o tipo de assunto discutido nos encontros entre o filósofo e os jovens médicos. Tais encontros frutificaram e lançaram as bases para fundamentar a clínica médica e psicológica daseinsanalítica, como posteriormente propôs Medard Boss.

Abstract: This paper describes briefly the appearance of the book “Zollikon Seminars”, by Martin Heidegger – edited by Medard Boss, as well as the seminars themselves, as a consequence of the friendship that raised between the authors. Based upon excerpts from the seminars that ocurred in 1965, this article shows what kind of discussion happened between the philosopher and the young physicians. Those meetings yielded and provided the foundations of the daseinsanalitical therapy as Medard Boss later proposed.


Daseinsanalyse e "Doença" do Mundo (José Carlos Michelazzo)

Instigado pela sua experiência clínica que traz um certo mal-estar com a aparente cisão entre mundo externo violento e caótico e o mundo interno, do consultório do terapeuta, acolhedor e calmo, pela leitura da obra Cem anos de psicoterapia ... e o mundo vez está cada pior, de Hillman e Ventura e por sua compreensão do pensamento de Heidegger, o autor apresenta um estudo da questão do mundo atual. Através de uma cuidadosa análise da história do ser, o autor busca compreender as questões mais intrigantes de nossa época, observadas também na prática clínica e descritas por Heidegger na segunda etapa do itinerário de seu pensamento.

Abstract: Based on his clinical experience that seems to bring a bothersome feeling because of the apparent division between violent and chaotic external world and the warm and calm atmosphere of the clinic, on his reading of the book Cem anos de psicoterapia ... e o mundo vez está cada pior, de Hillman e Ventura and on his understanding of Heidegger’s thought the author studies the question of the modern world. Through a careful analysis of the History of Being the author aims to understand the most intriguing questions of our epoch, which we can also observe in clinic, that Heidegger describes in the second moment of his thought.


A criança existindo com câncer (Fernanda Rizzo di Lione)

Resumo: Este artigo é fruto de reflexões sobre a palestra “Existência Frente à morte: uma infância com câncer”, realizada na Associação Brasileira de Daseinsanalyse, em Outubro de 2000. O objetivo é de através da Fenomenologia-Existencial melhor entender as vivências das crianças que têm câncer e de suas famílias.

Neste texto procurarei fazer algumas reflexões sobre a apresentação “Existência Frente à morte: uma infância com câncer”, realizada em Outubro de 2000 na Associação Brasileira de Daseinsanalyse, em São Paulo.

Não tenho aqui a intenção de encerrar ou concluir o tema mas, ao contrário, de começar a pensar fenomenologicamente as vivências dessas pessoas que estão com câncer. Direcionarei essa leitura para as vivências da criança em tratamento oncológico.

Palavras-chave: Criança, Câncer, Brincadeira, Relação Adulto-Criança, Morte.

Abstract: The existing child with cancer This article is a review of the lecture “Existence while facing death: a childhood with cancer”, that took place in the Associação Brasileira de Daseinsanalyse, in October, 2000. The aim is to better understand the life experience of child who developed cancer and his family using the Existential Phenomenology Theory.


Psicoterapia: Preservação Da Condição Infantil Para Crianças Institucionalizadas

(Adriana de Paiva Puzzilli; Fernanda de C. Vianna; Maria Beatriz Cytrynowicz; Maurício Castejón Hermann; Sergio Kuroda)
Resumo: Descrições e comentários de atendimentos psicoterápicos com crianças institucionalizadas realizados por um grupo de psicoterapeutas.

Palavras-chave: Abandono, Carência, Família, Familiaridade, Adoção

Abstract: Psychotherapy: Caring the Child Condition of Institutionalized Children. Descriptions and comments about psychotherapeutic processes with institutionalized children.


Psicossomática e Medard Boss: A Experiência Corporal Como Significação do Que Vem ao Encontro Do Dasein (Helio Roberto Deliberador)

Este artigo discute a abordagem de uma nova medicina psicossomática de Medard Boss com o objetivo de demonstrar que ela é fundamentada na perspectiva heideggeriana. A filosofia heideggeriana foi criticada por não considerar a problemática do corpo em sua ontologia fundamental. Pudemos aqui apresentar refutação desta crítica, mostrando como o diálogo entre o filósofo Heidegger e o médico Boss incentivou uma postura vigorosa acerca do ser corporal do Dasein. Tudo o que é corporal faz parte essencial do meu existir, não sendo, portanto, matéria inanimada. Cabe à nova ciência do homem conhecer e estudar o corporar do corpo existente, em cada caso o meu corpo, trazendo novos conhecimentos para os homens. Como resultado preliminar deste esforço, podemos lidar com o sofrimento do paciente remetendo-o ao seu próprio ser- sua angústia, frustrações e conflitos.

Palavras-chave: Boss, Heidegger, Psicossomática, Daseinsanalyse.

Abstract: Psychosomatic and Medard Boss. This paper discuss the medical, psychological and therapeutic approach from Medard Boss in order to understand how it is based on Heidegger’s perspective. The dialogue between Heidegger and Boss is taken here to show that in the Dasein theoretical posture there is a being – corporal component. As a preliminary result of this effort we can deal with the patient sufferings as related to his own being, including his anguishes, frustrations and conflicts.