Publicações

Pesquisa Fenomenológica e Hermenêutica: Cinema, Arte e Literatura

Os sentidos que constituem o horizonte existencial da mentira, da inveja, da cobiça, da luxúria, da soberba, da vaidade entre tantos outros assim chamados pecados é o que conta para uma pesquisa fenomenológica. Revelar o seu sentido no âmbito da vida fática pode certamente nos situar a respeito dos distanciamentos que podemos exercer em relação a nós mesmos e em relação ao coexistir. Questões éticas, inflações nefastas, podem nos conduzir a relações disfuncionais com os outros e à solidão. Assim sendo, trata-se de explorar nessa modalidade de pesquisa os sentidos que movem seus personagens nas suas escolhas, ações, projetos, tramas, relações de poder, ou seja, de tudo aquilo que se mostra à compreensão do pesquisador atento às diferentes manifestações ( aparência/ parecer ser), cujos sinais possam indicar, anunciar sentidos que na maioria das vezes se encontram velados.   

Marcos Colpo