Publicações

Revista 14 - 2005

O CASO REGULA ZÜRCHER *, (Medard Boss)

Resumo: A descrição deste caso constitui o primeiro capítulo do livro “Fundamentos Existenciais da Medicina e Psicologia”, de Medard Boss.

Abstract: This case constitutes the first chapter of the book “Existential Foundations of Medicine and Psychology”, by Medard Boss.

* Existential Foundations of Medicine and Psychology. Medard Boss. New York: Aronson, 1979


DASEINSANALYSE E CLÍNICA *, (João Augusto Pompéia)

Resumo: Este texto tem a clínica como tema: a clínica psicológica como é vista tradicionalmente, para cuja compreensão é necessário saber o que significam psique e logos, e a clínica na perspectiva da Daseinsanalyse, que se apóia na concepção de Dasein como ser-no-mundo, com tudo o que daí decorre.

Palavras-chave: Psique, Logos, Possibilidades, Cuidado.

Abstract: The theme of this article is the clinical work: the clinical Psychology as it is seen traditionally to which the understanding of psyche and logos is necessary to be known, and the clinical work in daseinsanalytical perspective supported by the conception of Dasein as being-in-the-world with all its implications.

Key-words: Psyche, Logos, Possibilities, Care.

* Transcrição da palestra proferida em Santos, no Espaço Devir.


FENOMENOLOGIA E DASEINSANALYSE *, (Maria de Fátima de Almeida Prado)

Resumo: Fenomenologia: Este termo tem sido definido e compreendido de diversas maneiras ao longo da história da Filosofia. Apresentaremos a fenomenologia do modo como foi desenvolvida por Edmund Husserl para, posteriormente, aproximar a compreensão heideggeriana da fenomenologia assim como é explicitada em Ser e tempo e nos Seminários de Zollikon, como fundamento da terapia daseinsanalítica.

Palavras-chave: Fenomenologia, Daseinsanalyse, conhecer, ser, método.

Abstract: Phenomenology: this term has been defined and understood in different ways during the history of Philosophy. We will present Edmund Husserl’s phenomenology and then we will approach Heidegger’s understanding of phenomenology as he clarified in Being and Time and in Zollikon Seminars as the foundation of daseinsanalytical psychotherapy.

Key-words: Phenomenology, Daseinsanalyse, knowledge, being, method.

* Trabalho apresentado IV Congresso Mundial de Psicoterapia, em Buenos Aires – 2005.


A contribuição das noções de ser-no-mundo e temporalidade para a psicoterapia daseinsanalítica *, (Ida Elizabeth Cardinalli)

Resumo: O presente artigo mostra que a explicitação heideggeriana do existir humano como Dasein, ser-no-mundo e sua temporalidade, permite compreender o homem segundo as dimensões que são específicas ao ser humano. Assim, este entendimento permite ao psicoterapeuta daseinsanalista focalizar o desenvolvimento das possibilidades próprias de cada paciente, uma vez que a relação psicoterápica considera a maneira específica de viver de cada paciente no decorrer do trabalho terapêutico.

Palavras-chave: Heidegger, Boss, Daseinsanalyse, Psicoterapia.

Abstract: The article shows that Heidegger’s understanding of human existence as Dasein, Being-in-the world, and its temporality allows the comprehension of man considering the dimensions which are specific to the human being. Hence, this comprehension makes possible for daseinsanalysis psychotherapist to focus on the development of the possibilities of each patient since the psychotherapeutic relation takes into account the specific way of living of each patient along with the therapeutical work.

Key-words: Heidegger, Boss, Psychoterapy, Daseinsanalysis.

* O presente artigo foi elaborado para ser apresentado no Simpósio “Identidade e Diferença da Psicoterapia daseinsanalítica”, no IV Congresso Mundial de Psicoterapia em Buenos Aires, Argentina, de 27 a 30 de agosto de 2005.


O TEMPO NA CRIANÇA E A DASEINSANALYSE *, (Maria Beatriz Cytrynowicz)

Resumo: Este artigo apresenta, com base em uma abordagem fenomenológica da infância, uma compreensão da temporalidade na criança e suas implicações existenciais fundamentais. Considerando que a criança já se mostra em totalidade a cada momento e que o percurso próprio de seu crescimento nem sempre é fácil, a Daseinsanalyse no âmbito terapêutico com crianças, numa referência particular e não externa, visa à libertação das possibilidades próprias de existir e, assim, aproximar o caminho de seu crescimento, o que significa algo diferente da eliminação de problemas ou doenças.

Palavras-chave: Criança, Infância, Terapia, Fenomenologia, Daseinsanalyse, Temporalidade.

Abstract: This essay presents an understanding of child temporality and its fundamentals existential particularities from a phenomenological-existential approach of childhood. Considering that child existence is a totality even at every moment of life and that the process of the own growth is not always easy, the aim of Child Daseinsanalyse therapeutic work is to free the existential possibilities of being to approach ways of growing, which is different from eliminating problems or diseases.

Key-words: Child, Childhood, Therapy, Phenomenology, Daseinsanalyse, Temporality.

* Este artigo foi apresentado inicialmente em agosto de 2005, em Buenos Aires, por ocasião do IV Congresso Mundial de Psicoterapia.